VEM POR AÍ

Aqui você fica sabendo tudo que vai rolar de novidade em shows e eventos da nossa casinha. Queremos apresentar as bandas que vamos trazer pra tocar aqui, assim você fica por dentro para curtir os shows com a gente!

16

04

Salma e Mac (Goiânia)
IMG_8763.jpg

Salma e Mac é o projeto acústico do casal fundador da Carne Doce, uma das principais bandas independentes brasileiras da atualidade. Num show belo e intimista, arranjado com voz e violão, o duo toca as canções mais sensíveis da banda, além de composições inéditas. Já apresentaram em Goiânia, São Paulo, Porto Alegre, Curitiba e Londres este formato que explora as obras na sua forma original, num clima romântico, silencioso e calmo.

Curta um pouquinho do que está por vir:

17

04

natania borges e azenza (Uberlândia)
Cópia de Cópia de NATANIA BORGES _DARDAN

Natania Borges Azenza é uma banda independente ligadas às raízes da vocalista, natural de Salvador - BA; que atua no Afropop como gênero musical. Natania surgiu em 2013 no cenário da música uberlandense, em 2017 expandiu seu trabalho criando o primeiro show autoral com o título “Resistência”. No mesmo projeto incorpora a Banda Azenza produzindo o primeiro trabalho fonográfico, o Álbum Visual Liberdade, primeiro registro em visual do Triângulo Mineiro e região, lançado em 2020, tendo como objetivo - O artivismo por agentes independentes.

Curta um pouquinho do que está por vir:

22

04

mulamba (curitiba)
mulambaestudio_lucianapetrelli.jpeg

Mulamba, formada em Curitiba há 5 anos, no dia 10 de dezembro de 2015 (aniversário de Cássia Eller), é uma banda de rock e MPB que conta com seis mulheres, Amanda Pacífico (vocal), Cacau de Sá (vocal), Érica Silva (guitarra), Naíra Debértolis (baixo), Caro Pisco (bateria) e Fer Koppe (violoncelo). O sexteto tem uma sonoridade impecável com letras complexas, profundas e que denunciam, e falam pelas minorias.

Curta um pouquinho do que está por vir:

23

04

fernanda vital (Uberlândia)
1.jpg

Fernanda Vital é cantora, compositora, educadora e agroecologista paulista, residente em Uberlândia-MG. Lançou seu primeiro álbum solo em 2019, intitulado Mímesis, com show que trás o mesmo nome. O disco foi produzido pelo músico paulista Bruno Buarque (Céu, Barbatuques, Criolo) e contou com inúmeras participações especiais, entre elas Mestre Tião Carvalho, Daniel Gralha (Bixiga 70), Fábio Sá (Gal Costa), Moita Mattos (Porcas Borboletas). Recentemente lançou novo single, ‘Pra Quem tá Quente”, releitura de Otto, também produzido por Bruno, com a participação extra do exímio guitarrista Guilherme Held.  Acompanhada pelos músicos Uberlandenses Lucas Carcassa (Guitarra), Pedro Vianna (Baixo), Gustavo Dias (Violino) e dos beats psicodélicos e pulsantes, vem se apresentando em palcos relevantes tais como a SIM SP, Festival Timbre, Festival Mutamba, Festival Arte na Praça entre outros. 

Curta um pouquinho do que está por vir:

24

04

flavy e os espelhos de okê (patos de minas)
Documento de José Vitor.png

Abordando temas como autoconhecimento, forças da natureza, e questões sociais, Flavy e os espelhos de Oke traz muita brasilidade em suas canções.

Com um trabalho coletivo e ousado feito no interior de Minas Gerais, Flavy e os Espelhos de Okê usam sua obra para trazer à atualidade aspectos que remetem à década de 70 como o Tropicalismo e a música psicodélica.

Curta um pouquinho do que está por vir: